terça-feira, outubro 15

Revista internacional Afribraz premia mulheres em noite entre brasileiros e africanos.

Por Rejane Romano

Um belíssimo espaço do hotel Tryp Meliá, na região do Itaim Bibi, foi o local escolhido para a festividade promovida pela revista Afribraz que tem como um de seus objetivos empoderar a população negra. Prova disto foi a cerimônia dedicada as mulheres realizada na noite do dia 21 de março.

A premiação “Mulheres em Destaque do ano de 2016” reuniu lideranças do movimento negros internacionais e nacionais, além de autoridades e demais convidados que aplaudiram de pé as escolhidas: a psicóloga e ativista social Cida Bento, as jornalistas: Joyce Ribeiro, Alexandra Loras e Claudia Alexandre, a deputada Clélia Gomes e a presidente da Escola de Samba Solange Cruz.

O evento ciceroneado pelo assessor de imprensa e produtor de eventos, Carlos Romero, iniciou com uma salva de palmas em homenagem ao Dia Internacional das Mulheres, celebrado no dia 8 deste mês de março.

“Hoje é um dia muito importante para mim, para a Afribraz e todos nossos parceiros. Agradeço aos presentes pela presença. Uma noite de comemoração pela sétima edição da revista e em celebração ao Dia Internacional da Mulher. Em 2015 ao identificarmos as similaridades entre brasileiros e africanos empreendemos nesta publicação que aborda entre outros assuntos as relações entre África e Brasil, como: network, eventos econômicos e sociais… nestes dois anos alcançamos uma tiragem de 20 mil revistas com publicação em inglês e português. Agradeço realmente a todos inclusive aos novos parceiros por estas conquistas”, disse o CEO da Afribraz, Innocent Arohlf.

As certificações tiveram início com a entregas de dois certificados à jornalista Joyce Ribeiro, pela capa da revista e pelo dia da mulher. “É um prazer estar aqui com pessoas que já conheço há tanto tempo. Fico feliz por reencontrar amigos e amigas, nesta homenagem às mulheres. Acredito que a nossa união, as boas vibrações e a vontade de compartilhar sentimentos é o mais importante. Cada uma em sua área, mas realizando o seu ofício com dignidade e de forma intensa. Estou muito feliz de estar ao lado destas mulheres que me inspiram”, disse Joyce.

“Eu agradeço à Afribraz e a todos que tornaram este evento possível. Fico feliz com o espaço que a mídia tem nos dado, onde temos tido mais oportunidade de mostrar nossos talentos.

 

Não dá mais para vermos um comercial de margarina ou mesmo uma empresa, que não contemple a diversidade racial. O Brasil é o segundo país com mais negros depois da Nigéria e fico feliz que estejamos juntos neste objetivo de reorganizar nossa sociedade. Obrigada por me certificarem junto a estas mulheres negras brasileiras”, destacou Alexandra Loras ao receber o certificado das mãos de Carol Silvestre, gerente sênior de Comunicação da Samsung.

Mutari Kaita, cônsul da República da Nigéria entregou o terceiro certificado à Deputada Clélia Gomes. “Agradeço a Afribraz pelo convite e pela homenagem. Estou na política há apenas 2 anos. Uma mulher negra, da periferia e mãe de santo. Então vocês imaginam como tem sido difícil. Represento as mulheres negras da prefeitura e busco fazer por elas o que sempre quis que o poder público fizesse por mim. Mulheres que só quem vive na periferia sabe o que sofrem”, afirmou.

A multitarefada palestrante e diretora do CEERT (Centro de Estudos das Relações de Trabalho e Desigualdades), Cida Bento, destacou o empoderamento feminino. “Parabenizo a revista por esta importante iniciativa. Neste dia muito significativo, Dia Internacional pela Eliminação da Discriminação Racial. Temos sim que celebrar que o número de negros nas universidades triplicou e está juventude negra tem pressionado as empresas a se tornarem mais plurais quanto a diversidade, sobretudo referente às mulheres negras. Está mais do que na hora de ocuparmos cada vez mais espaços”, avaliou após receber a homenagem das mãos do presidente da Bayer do Brasil Theo van der Loo.

Afim de promover um momento mais intimista durante a cerimônia houve a apresentação de uma atração internacional, a cantora Titi. Na sequência foi revelada uma grande surpresa, o lançamento em primeira mão do African Fashion Week.  “Agradeço a presença de todos e todas, à revista Afribraz e a cada cônsul aqui presente pela parceria. O African Fashion Week vai acontecer em maio e precisarei do apoio de vocês para que este projeto dê certo e seja levado adiante”, revelou o responsável pelo evento no Brasil, Júlio Ponta Té.

Na retomada da cerimônia a presidente da agremiação Mocidade Alegre recebeu a homenagem do presidente do Centro Cultural Africano Sr. Otunba Adekunle Aderonmu “Para mim é uma honra e só tenho a agradecer à Afribraz. Eu sou nascida e criada num terreiro de escola de samba. Tenho muito orgulho de comandar a Mocidade e como não fazemos nada sozinhos tenho o apoio da comunidade que nos ajuda muito. Uma luta prazerosa, onde vivo, realizo e festejo os sonhos. A vitória vem da luta, a luta vem da força e a força da união”, relembrou Solange a frase antes expressa no samba enredo deste ano da agremiação.

A juíza e palestrante Mylene Ramos recebeu o certificado das mãos do CEO da Afribraz. “Eu fiz questão de vir aqui receber o prêmio com a minha revista Afribraz em mãos. Uma revista que aborda negócios internacionais entre Brasil e África. A prova de que estamos vivendo outros tempos. Por vezes, ao ler os jornais penso que retrocedemos, mas quando estamos num grupo de pessoas como este, que se reuniram para celebrar estas mulheres incríveis, percebo que estamos avançando. Com o compromisso de cada um de vocês que está aqui vamos conseguir uma sociedade mais justa e igualitária. Este certificado é de cada um de nós. Todos somos merecedores”, destacou a juíza.

A jornalista, radialista, apresentadora e assessora de imprensa, recém intitulada Diretora de Relações com a Imprensa da prefeitura de Guarulhos, Claudia Alexandre falou sobre negritude. “Comemoro a Afribraz, pois apesar de sermos maioria da população são poucos os veículos que tornam a negritude notícia. As mulheres que me antecederam são muito especiais. Importante celebrarmos as mulheres negras e o empoderamento que tem nos permitido ocupar cargos de liderança. Agradeço por ser empoderada esta noite ao lado destas mulheres que também me inspiram”, concluiu Claudia que recebeu o certificado das mãos do Sr. Dr. Pres. Emmanuel Oluwa Tuyin – Nigéria Community Chairman.

Ao final os presentes desfrutaram de um coquetel e congraçaram o sucesso da iniciativa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *